08 de Janeiro de 2020Marcos [Apcef/DF]14 Visto

Fenae oferece mais de 100 ingressos da Sessão Azul de Cinema para Associados da Apcef/DF

ASSOCIAÇÃO DO PESSOAL DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

DIRETORIA DA APCEF/DF

 

v1-brasilia.jpg

Programa "Eu Faço Cultura" está distribuindo 105 entradas para o filme Frozen 2 em sessão especial para crianças com distúrbios sensoriais. Será às 11h, no Kinoplex do Boulevard Shopping Brasília. 

Os desdobramentos do autismo impactam a vida social de crianças autistas e seus familiares. Ir ao cinema ou ao shopping, por exemplo, pode ser uma tarefa complicada por conta do preconceito. No Brasil, estima-se que existam 2 milhões de crianças com o Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para mudar este cenário, o Programa “Eu Faço Cultura” está disponibilizando 105 ingressos para o filme "Frozen 2" em uma sessão de cinema adaptada, a Sessão Azul. Será no domingo do dia 12 de janeiro, às 11h, no Kinoplex do Boulevard Shopping, em Brasília.

Os ingressos podem ser retirados no site www.eufacocultura.com.br . As pessoas que se enquadram no espectro autista podem fazer cadastro na plataforma como Pessoa com Deficiência e resgatar os ingressos para a sessão de forma gratuita. É preciso enviar documento de identificação e certificado PCD para finalizar o cadastro, sendo aceitos atestado emitido pelo INSS comprovando a aposentadoria da pessoa com deficiência, cartão BPC, passe livre especial ou CNH especial. Laudo médico não é considerado válido para o cadastro. No caso de cadastro de menor de idade, ele deve ser feito com os dados da criança e envio do RG do responsável e do cadastrado. 

FROZEN 2 - A continuação da história das irmãs Elza e Anna mal foi lançada e já se tornou a terceira animação da história da Disney a atingir a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria. Antes dela, só Zootopia (2016) e Frozen (2013) participavam desta lista. 

E para que a sessão especial seja um sucesso ainda maior, respeitando o público, a sala ficará com as luzes acesas, o som mais baixo e as crianças poderão andar, dançar, gritar e cantar à vontade. Profissionais e especialistas estarão na sessão para dar suporte na adaptação ao ambiente, além de auxiliar as crianças e pais que precisarem de apoio.

Sobre o Eu Faço Cultura – Em formato de plataforma digital, o “Eu Faço Cultura é uma iniciativa da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal/Fenae (www.fenae.org.br) e das APCEFs (Associação do Pessoal da Caixa), que têm a participação de milhares de empregados da ativa e aposentados da Caixa, contando com patrocínio da Caixa Seguradora e da Wiz.

O Programa busca incentivar o mercado cultural no país, além de valorizar os artistas locais, proporcionando atividades culturais ligadas a diversas formas de arte, para as pessoas sem acesso.

Lançado em 2006, há três anos o 'Eu Faço Cultura´ transformou-se em plataforma, mantendo seu objetivo de democratizar o acesso à cultura. Está presente em 26 Estados e no Distrito Federal. “É um projeto de inclusão social, que aproxima uma parte da população hoje afastada do consumo de cultura”, explica Moacir Carneiro, diretor sociocultural da Fenae.

O Programa já distribuiu mais de 193 mil ingressos de shows e espetáculos, mais de 34 mil ingressos de cinema e 37 mil livros e cds. Apoiou também 387 produtores culturais em todo o país.  

Com uma proposta inédita no Brasil, o Programa compra produtos/ingressos de produtores culturais ou fornecedores de cultura e os distribui a pessoas de baixa renda com subsídio total do governo federal.